Famoso por seu trabalho na Broadway, Nick Cordero morreu, aos 41 anos, após complicações causadas pela Covid-19. A informação foi confirmada, na noite de domingo (5), pela esposa do ator, Amanda Kloots, em seu Instagram. “Deus tem outro anjo no céu. Meu querido marido morreu nesta manhã. Ele estava cercado de amor de sua família, cantando e orando enquanto ele deixava este plano”, escreveu.

Amanda afirmou que “está incrédula e com muita dor”: “Meu coração está partido e não consigo imaginar nossas vidas sem ele. Nick foi uma luz brilhante. Era amigo de todo mundo, amava ouvir, ajudar e conversar. Ele era um ator e músico incrível. Eke amava sua família e ser pai e marido. Elvis e eu sentiremos sua falta todos os dias, em tudo o que fizermos.”

Nick deixa, além de Amanda, seu filho Elvis, de apenas 1 ano. O astro, conhecido por seu trabalho nas peças “Bullets Over Broadway”, “Rock of Ages”, “Waitress” e “A Bronx Tale”. Na TV, esteve em “Blue Bloods” e “Law & Order: Special Victims Unit”.

Cordero lutou contra a Covid-19 durante quase quatro meses. Ele estava na UTI desde março. O ator deu entrada no hospital com sintomas de pneumonia. A partir de então, teve piora significativa no quadro, sendo mantido em coma induzido. Ele teve de ter uma perna amputada e houve a possibilidade de transplante duplo de pulmões.

Amanda ainda aproveitou para agradecer à equipe médica que cuidou de seu marido e finalizou sua homenagem: “Te amarei para todo o sempre, meu homem doce.”