A polícia foi até o zoológico que aparece na minissérie “Tiger King” após receber uma denúncia de possíveis restos humanos terem sido encontrados no lago em que são criados jacarés. Durante a gravação da série “Ghost Adventures”, na quinta-feira (9), o apresentador Zak Bagans desconfiou do local após cães farejadores se agitarem no poço dos répteis e chamou as autoridades.

O zoológico atualmente pertence a a Jeff Lowe, ex-parceiro de Joe Exotic. Segundo o TMZ, a polícia foi até a propriedade averiguar o caso. Ainda de acordo com o tabloide, fontes próximas a Exotic teriam afirmado que cinzas de pelo menos quatro pessoas tinham sido espalhadas no local a pedido delas próprias. A informação, no entanto, não foi confirmada.

Na sexta-feira (1o), a polícia informou que, após análise, os restos mortais encontrados não pertencem a seres humanos, mas há “um pequeno animal” e as investigações foram encerradas., segundo o NY Post.

“Tiger King” foi um dos maiores sucessos da Netflix neste ano. A série documental narra a acensão e decadência de Exotic, hoje com 57 anos e preso desde 2019 acusado de falsificação de documentos. Criador de tigres, o empresário também responde na Justiça pela morte de cinco filhotes da espécie, além de planejar o assassinato de Carole Baskin, fundadora de outro santuário de felinos nos Estados Unidos.