Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic para o fim de 2020. O Relatório de Mercado Focus desta segunda-feira (20) trouxe que a mediana das previsões para a taxa básica da economia seguiu em 2,00% ao ano. Há um mês, estava em 2,25%. Já a projeção para o fim de 2021 permaneceu em 3,00% ao ano, número mantido há quatro semanas. No caso de 2022 e 2023, a projeção permaneceu em 5,00% e 6,00%, respectivamente, mantendo as projeções iguais a um mês antes.

Em junho, ao cortar a Selic de 3,00% para 2,25% ao ano, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central informou que, para as próximas reuniões, “vê como apropriado avaliar os impactos da pandemia e do conjunto de medidas de incentivo ao crédito e recomposição de renda, e antevê que um eventual ajuste futuro no atual grau de estímulo monetário será residual”.

No Top 5 do Banco Central, nome dado ao grupo dos analistas que mais acertam as projeções de médio prazo no Focus, a mediana da taxa básica em 2020 foi de 1,88% para 2,00% ao ano, ante 1,75% ao ano de um mês antes. No caso de 2021, seguiu em 2,38% ao ano, ante 2,25% ao ano de quatro semanas atrás. A projeção para o fim de 2022 no Top 5 seguiu em 4,50%. Há um mês, estava em 5,00%. No caso de 2023, permaneceu em 5,75%, ante 6,00% de quatro semanas antes.

*Com informações do Estadão Conteúdo