Defensor do isolamento vertical e outras medidas propostas pelo presidente Jair Bolsonaro para o combate à Covid-19, Roberto Justus disse em entrevista ao Morning Show que houve um exagero por parte da imprensa e das autoridades sobre a gravidade da pandemia. “Não estou minimizando as lamentáveis mortes, que já chega perto dos 80 mil no Brasil, nem acho que a doença não seja contagiosa e perigosa. (…) A destruição da economia mundial sem precedentes foi em virtude da doença e também da paralisação das atividades de forma abrupta e exagerada”, disse o apresentador.

Olhando para o número total de habitantes do país, Justus diz que 80 mil mortes pela pandemia “não é uma coisa boa”, mas deixa o Brasil em 19º lugar no número de mortes por milhão de habitantes. No total de mortes pela doença no mundo, no entanto, o Brasil fica atrás somente dos Estados Unidos. “Eu também sofro [com a pandemia], estou aqui na minha fazenda em isolamento, no interior de São Paulo, gostaria de estar trabalhando mais e estar ativo. Eu respeito aquilo que é imposto pelas autoridades, porém não preciso concordar”, completou Justus.

O Aprendiz

Após uma temporada com influenciadores e youtubers, “O Aprendiz” retorna para uma nova edição no dia 7 de setembro. Participantes anônimos disputarão pelo prêmio de R$ 1 milhão e terão que respeitar medidas de isolamento social, já que as gravações aconteceram durante a pandemia.

“Vamos tomar certos cuidados de distanciamento, até na sala de reunião, A maioria das provas agora deve ser dentro de estúdio para que eles não tenham grande contato com o grande público. Nós estamos estudando ainda não tem nada definido 100% como vamos fazer”, adiantou Justus.