A pandemia de coronavírus fará parte da trama da 17ª temporada de “Grey’s Anatomy“. Durante participação em evento virtual promovido pela Academia do Emmy, a showrunner Krista Vernoff disse que a produção tem “a oportunidade e a responsabilidade” de abordar os impactos da Covid-19 no hospital Grey Sloan Memorial.

“Todos os anos conversamos com médicos, que nos contam suas histórias. Normalmente, são as coisas mais engraçadas ou loucas que eles já viram. Este ano tem sido mais como uma terapia. Muitos deles estão falando pela primeira vez sobre isso, e começam a chorar e tremer. Eles falam sobre isso como se fosse uma guerra para a qual eles não foram treinados”, contou Vernoff.

A responsável pela série ainda disse que o personagem Owen (Kevin McKidd), que serviu como médico na guerra do Iraque, será essencial para os novos episódios sobre a pandemia. “Ele foi treinado para lidar com isso de uma forma que os outros médicos não foram”, completou a showrunner.

A 17ª temporada de “Grey’s Anatomy” ainda não começou a ser gravada e não teve previsão de estreia revelada.