O ex-presidente Lula aciona Superior Tribunal de Justiça contra Ministério da Justiça para investigar vínculo da Lava Jato com os Estados Unidos. A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou com um mandado de segurança no Superior Tribunal de Justiça; após o ministro, André Mendonça, negar acesso às informações da cooperação internacional dos procuradores de Curitiba com as autoridades americanas.

Os advogados do petista questionam desde 2016 um suposto acordo informal e solicitam “que seja concedida a segurança, a fim de que se franqueie acesso à cópia integral de todos os eventuais registros relativos ao intercâmbio de informações, contatos, encontros, provas, procedimentos e investigações entre as autoridades locais e norte-americanas no âmbito da ‘Operação Lava Jato‘”. “Ou então, para que referido órgão esclareça e certifique que não participou dessa cooperação internacional com os Estados Unidos, na condição de autoridade central”.

O The Intercept Brasil publicou que agentes do FBI teriam atuado em investigações realizadas no Brasil pela Lava Jato. Esse suposto intercâmbio será citado pela defesa do Partido dos Trabalhadores em ações contra os procuradores de Curitiba.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos