Após mais de quatro meses sem jogar, o Palmeiras voltará a fazer uma partida oficial na próxima quarta-feira (22), diante do Corinthians, em Itaquera, em duelo válido 11ª rodada do Campeonato Paulista. Mesmo passando por um processo de reconstrução com Wanderley Luxemburgo, treinador contratado no início do ano, o Alviverde estava conseguindo bons resultados na temporada. Em 12 confrontos disputados em 2020, o Verdão se destacou em cinco, seja pelo desempenho do time ou pela importância do confronto.

Antes da paralisação provocada pela pandemia da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, o Palmeiras somava sete vitórias, quatro empates e uma derrota. O revés aconteceu  diante do RB Bragantino, fora de casa, no interior de São Paulo.

Abaixo, a Jovem Pan Online recorda os principais duelos do Alviverde sob o comando de Luxemburgo nesta temporada.

ITUANO 0 X 4 PALMEIRAS 

O Verdão começou o Campeonato Paulista com o pé direito ao bater o Ituano, no estádio Novelli Júnior, fora de casa. Depois de ir para o intervalo com o placar zerado, o time da capital desencantou e aplicou uma sonora goleada de 4 a 0 na equipe interiorana.

No embate, o Palmeiras demonstrou mais organização no segundo tempo e contou com gols de Marcos Rocha, Lucas Lima, Zé Rafael e Willian para vencer. Principal nome do jogo, Lucas Lima aproveitou a chance como titular e deu muita organização ao conjunto palmeirense.

PALMEIRAS 4 X 0 OESTE 

A segunda grande atuação do Palmeiras aconteceu na 3ª rodada do Paulista. Depois de empatar sem gols com o rival São Paulo, a equipe de Vanderlei Luxemburgo convenceu ao atropelar o Oeste, novamente pelo placar de 4 a 0.

Na ocasião, Willian Bigode foi o grande destaque do Verdão. Ele balançou as redes três vezes no segundo tempo, levando a torcida à loucura no Pacaembu. Antes, Gustavo Scarpa havia aberto o placar em cobrança de pênalti.

PALMEIRAS 3 X 1 MIRASSOL

O Palmeiras demonstrou poder de reação no duelo diante do Mirassol, válido pela 6ª rodada do Estadual, no Allianz Parque. Após martelar o adversário, a equipe acabou sendo vazada no segundo tempo. Coube, então, a Luxemburgo a função de mudar o panorama da partida com substituições certeiras.

O treinador promoveu as entradas de Gabriel Menino, Raphael Veiga e Bruno Henrique. O primeiro, revelado nas categorias de base do clube, contribuiu com uma assistência para Gustavo Gómez empatar a partida. Veiga, por sua vez, virou o jogo após passe do número 19. No fim, Luiz Adriano selou o triunfo ao fazer o terceiro.

TIGRE 0 X 2 PALMEIRAS 

A estreia na Copa Libertadores costuma ser tensa, certo? Não para o Palmeiras! Diante do Tigre, na Argentina, o time brasileiro demonstrou amplo domínio, ganhou por 2 a 0 e poderia até ter saído do estádio rival com uma vitória mais elástica.

Logo aos 16 minutos, o atacante Luiz Adriano aproveitou passe de Willian para marcar. Postado atrás, o time pouco sofreu com as investidas do rival.

No segundo tempo, com um jogador a mais após a expulsão de Pérez, o Alviverde liquidou o jogo com Willian, que recebeu de Rony para marcar.

PALMEIRAS 3 X 1 GUARANÍ DO PARAGUAI 

O Palmeiras sofreu com a “retranca” do Guaraní do Paraguai nos 45 minutos iniciais. Entretanto, novamente na etapa complementar, o time desencantou e marcou três vezes com Luiz Adriano, que viveu noite mágica no Allianz Parque.

No fim, Raúl Bobadilla descontou para o time paraguaio, que ficou conhecido por ser algoz do Corinthians na primeira fase da Libertadores. O triunfo foi importante para o Palmeiras manter a liderança e os 100% de aproveitamento na fase de grupos.