As doações para o enfrentamento à pandemia da Covid-19 ultrapassam os R$ 6 bilhões, segundo o Monitor das Doações, mantido pela Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR). O diretor da associação, João Paulo Vergueiro, destaca que a área de saúde foi, disparada, a que mais recebeu dinheiro, 78% do total, seguida da assistência social, com 17%.

Mais da metade das doações, cerca de 57%, foram feitas em dinheiro e 35% em produtos, como máscaras, cestas básicas e equipamento hospitalar. O maior montante doado veio das empresas, que contribuíram com R$ 4,8 bilhões, ou seja, 82% do total. Em seguida estão as campanhas e lives; cerca de 15 mil novos contribuintes a cada semana.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos