Apesar da pandemia da Covid-19, os empréstimos para aquisição e construção de imóveis avançaram 28,6% no primeiro semestre atingindo R$ 43 bilhões, na comparação com o mesmo período do ano passado. As informações são da Abecip, Associação das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança. Outro bom sinal no setor está na compra e venda de imóveis usados na capital e em cidades do interior de São Paulo nas últimas semanas. O vice-presidente de Intermediação Imobiliária do Secovi, Cláudio Hermolin, ressalta levantamento da última quinzena, na qual 42% das imobiliárias apontam aumento no volume de negócios fechados; o melhor resultado desde abril.

“Primeiro na procura, depois efetivamente no agendamento de visitas e agora também se consolida no número de propostas que aumentaram, em relação a quinzena anterior, e efetivamente no volume de vendas de imóveis usados, também nessa última semana que a gente avaliou a pesquisa do termômetro do mercado imobiliário de imóveis pelo Secovi”, explica Cláudio Hermolin. A Abecip ressalta que os financiamentos imobiliários com recursos da poupança e o SBPE atingiram R$ 9 bilhões em junho; uma alta de 30% sobre maio; e a significativa marca de aumento de 52 % sobre junho de 2019.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos