Com 312 óbitos contabilizados nas últimas 24 horas, o estado de São Paulo soma 21.206 mortes provocadas pelo novo coronavírus. Nesta sexta-feira, 24, o estado voltou a registrar um número alto de novos casos, com 11.221 ocorrências entre ontem e hoje, um número acima da média esperada por dia, que é entre sete mil e oito mil. Segundo o secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, isso ainda é reflexo de um represamento de dados que ocorreu após um problema no sistema do e-SUS do Ministério da Saúde.

“É um total que ainda está acima daquela média móvel do número de casos que vínhamos vendo até o dia 17 [de julho]. Isso muito possivelmente seja pelo represamento desses dados que ocorreram em decorrência de um problema técnico, uma instabilidade no sistema [do e-SUS-Sistema Único de Saúde]”, disse o secretário. “Mas claro que estamos muito atentos para saber se isso [o aumento de casos por dia] está intimamente relacionado a essa questão pontual”, acrescentou.

Nesta quinta-feira, 23, por meio de nota, o Ministério da Saúde esclareceu “que alguns estados apresentaram dificuldade para preencher os dados sobre Covid-19 no sistema durante o final de semana (18/07 e 19/07)” e que os auxiliou prontamente na resolução do problema. Com essas novas ocorrências, o estado de São Paulo soma agora 463.218 casos confirmados do novo coronavírus, com 311.502 curados, sendo 62.731 deles após receberam alta médica. Há 5.816 pessoas internadas em unidades de terapia intensiva (UTIs) em todo o estado em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, além de 8.477 internadas em enfermarias. A taxa de ocupação de leitos de UTI é de 66,1% no estado e de 63,6% na Grande São Paulo.

*Com Agência Brasil