Valdir Agostinho Piran acredita que no mundo das construções certamente há muitas dúvidas, principalmente por aqueles que não estudam ou trabalham efetivamente com isso. Por isso, o presidente do Grupo Piran, a convite da nossa redação, resolveu comentar um pouco tudo o que você precisa saber sobre os loteamentos, desde sua definição até termos relacionados a esse assunto.

Definição de loteamento

O empresário explica que um loteamento nada mais é que uma fração menor contida em uma fração maior. Em outras palavras, o loteamento é a divisão de uma grande porção de terra em terras menores, ou seja, em lotes. Essa, por sua vez, acontece para diversos tipos de construções, como a construção de casas e centros comerciais, mas o que realmente importa é que os loteamentos são divisões que devem ser utilizadas com o objetivo de edificar/construir.

Regras para fazer loteamento

Além disso, Valdir Agostinho Piran comenta que fazer loteamento não é tão simples como parece. Isso porque, para fazê-lo é necessário se atentar a regras e enfrentar um processo burocrático de aprovação na prefeitura, afinal, o que não conta com burocracias nos dias atuais, não é mesmo?

Na prática, ao dividir, então, essa grande porção de terra em terras menores, é imprescindível se ater aos cuidados: um bom loteamento deve possuir a construção de centros residenciais, industriais ou comerciais de modo que conte com uma boa infraestrutura e saneamento básico, além de sempre se visar a boa circulação de veículos e pedestres, através de vias e calçadas.

Além disso, Valdir Agostinho Piran explica que após o planejamento de construção de um loteamento, é necessário revisar e verificar se o mesmo está dentro das regras legais. Para isso, como dito anteriormente, será necessário enviar o projeto para a prefeitura, com um apanhado de documentos e esperar até que o mesmo seja aprovado. 

Loteamentos regulares: tipo

Outrossim, embora seja necessário enfrentar todo o processo mencionado para ter um loteamento regularizado, muitas empresas acabam fazendo lotes completamente alheios às regras e esse processo, o qual é necessário seguir antes de comercializar o loteamento. Desse modo, esses, por sua vez, ficam conhecidos como lotes irregulares e, geralmente, para fins residenciais ou comerciais, são ocupados por pessoas com menos poder aquisitivo. 

No entanto, neste momento, esses loteamentos irregulares não são o foco. Dessa forma, Valdir Agostinho Piran explica, por fim, que no que cerne aos loteamentos regulares, há vários tipos. Confira abaixo:

  • Loteamento fechado: quando todas as áreas do mesmo são utilizadas especialmente pelos proprietários;
  • Loteamento aberto:  quando todas as áreas do mesmo são utilizadas por todos, de modo que o proprietário tenha direito apenas sob seu imóvel;
  • Loteamento residencial: como indica o nome, são áreas de terras destinadas apenas para construções de casas;
  • Loteamento comercial: consiste nas áreas de terra destinadas a empreendimentos comerciais, como lojas e restaurantes;
  • Loteamento misto: se refere às áreas de terra destinadas a empreendimentos tanto de casas como de comércios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui