Sabia que a tecnologia é a grande responsável pela excelente vantagem sobre como se construir uma obra, atualmente?

Antigamente, os processos eram bem complexos, o que fez com que muitas empreendedoras gastassem mais tempo, mão de obra e materiais mais do que o necessário para um determinada obra.

E hoje, através dos novos processos da construção civil, o mercado está mais adiantado e atualizado com as novas maneiras de se construir.

De acordo com os dados realizados pela Ipea Mensal de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), os investimentos em máquinas e equipamentos realizado por um levantamento sobre a comparação desses investimentos em meses, constatou que o consumo aparente de máquinas e equipamentos apresentou uma alta de 10,9%, após uma queda de 8,2% registrada no mês de junho.

Com isso, a produção nacional de máquinas e equipamentos cresceu 21,5% em julho [terceira alta consecutiva], onde também a importação caiu 7,6% no mesmo período, segundo a Ipea.

Ao mencionar o setor da da construção civil, os investimentos cresceram 2,7%, onde o resultado sucedeu altas de 7,8% e 17,4% nos meses de junho e maio, portanto, a área registrou um avanço de 8,5% no trimestre móvel.

Em um levantamento sobre o mesmo período do ano anterior, constatou que o componente da construção apresentou crescimento de 3,3% sobre julho de 2019, enquanto os segmentos de máquinas e equipamentos e de outros ativos fixos registraram queda, respectivamente, de 10,7% e de 5,5%.

Através desses levantamentos, o líder da empresa Jacitara de Indaiatuba, Josué Eraldo da Silva entende que é possível constatar a importância de novas máquinas e equipamentos na construção civil, onde o setor passa por grandes investimentos na forma de se construir.

Uma construção sólida, depende, automaticamente, de processos mais qualitativos, onde a eficiência e a otimização inteligente fazem parte dessa concepção sobre construção.

Para Josué Eraldo da Silva, buscar estar à frente do mercado, é também sobre procurar como saber investir e o que investir. Estar atualizado sobre os processos atuais são essenciais ao profissional atual.

Dessa forma, profissionais que não buscam seguir esse crescimento em investimentos, acaba, querendo ou não, ficando um tanto que pra trás. De acordo com Josué Eraldo da Silva, para “driblar” essa situação, é importante seguir o que se está acontecendo no mercado, para poder, enfim, entrar em um certo nível, até então, de competitividade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui