Juliette está sendo chamada de “bifóbica” nas redes sociais após questionar a bissexualidade de Lucas Penteado, que falou do assunto pela primeira vez do assunto no “BBB 21”. Ao falar sobre as opções de homens solteiros que entraram no reality, a sister, que tinha consumido bebida alcoólica na festa e estava alterada, disse a João Luiz e Carla Diaz: “Tinha o Lucas, despirocado, bissexual. Ele não decidia se queria mulher ou homem. Confuso”. O professor de geografia rebateu a paraibana: “Mas não precisa decidir”. Juliette falou: “Mas ele quis os dois. Quem quer os dois não tem nenhum”. Incomodado, João tentou explicar: “Não, tem sim. [Ele] não precisa decidir”. A advogada falou que a princípio Lucas queria ficar com a Kerline, mas acabou beijando Gilberto antes de desistir do jogo. O parceiro de Camilla de Lucas voltou a dizer: “Tudo bem, ele só não tem que decidir”. Juliette acrescentou: “Ele pode ficar com quem ele quiser”.

A repercussão das declarações de Juliette foi tão negativa, que os administradores das redes sociais da sister soltaram um pronunciamento. “Duvidar da sexualidade alheia não é direito de ninguém, ainda mais quando esse questionamento vem de uma pessoa cisgênero e heterossexual”, começou dizendo a nota divulgada nesta quinta-feira, 17. A equipe da sister explicou que alguns entenderam que Juliette quis dizer que Lucas deveria ter focado apenas em uma pessoa na casa, já outras entenderam que a paraibana estivesse duvidando da existência da bissexualidade. “Não excluímos a [segunda] possibilidade. Juliette não é 100% desconstruída e com certeza vai ter falas discutíveis dentro do ‘BBB’. A gente não vai passar a mão na cabeça dela sempre, e nos comprometemos a, de verdade, mostrar os pontos em que cabe a ela estudar, aprender e evoluir. Ela já deu vários exemplos dentro do BBB de que é uma pessoa aberta e aliada às causas sociais e à diversidade humana.”