Há mais de um ano, a grade de entretenimento da Globo foi atingida em cheio pela pandemia da Covid-19. Em março de 2020, a emissora precisou interromper as gravações de novelas e séries explicando que não era possível contar as histórias sem abraços, beijos e contato físico. Desde então, um dos principais produtos da emissora foi substituído por reprises. Com uma aparente melhora da pandemia, a Globo decidiu retomar as gravações seguindo os protocolos de segurança e conseguiu gravar novos nos capítulos de duas tramas que foram interrompidas um final: “Amor de Mãe” e “Salva-se Quem Puder”. Ambas estão no ar e terão uma conclusão, mas depois disso as reprises voltam a ocupar as faixas da 19h e 21h. “Ti Ti Ti” e “Império” foram os títulos escolhidos para esses horários. “Malhação: Sonhos” e “A Vida da Gente” são outras novelas que seguem sendo reprisadas.

A Globo explicou, em nota, que a previsão é que as gravações voltem a acontecer em abril: “Em decorrência do agravamento da crise pandêmica e das medidas restritivas estabelecidas pelas autoridades locais, a Globo se antecipou e definiu que, a partir de hoje, dia 23 de março, as gravações das obras de dramaturgia serão interrompidas. Séries e novelas só deverão voltar a gravar no dia 4 de abril, ao final do prazo decretado pelas Prefeituras do Rio de Janeiro e São Paulo”. Devido ao aumento no número de casos de Covid-19 e a falta de leitos para internação, diversas regiões do país endureceram as medidas de isolamento social e o lockdown foi instaurado. Tanto no Rio quanto em São Paulo feriados municiais foram antecipados para tentar mantes as pessoas em casa.