O comediante Nego Di, que participou do Big Brother Brasil 21, fez duras críticas à postura da Rede Globo após sua saída do reality show. Ele acusou a emissora de manipulação e criticou a postura deles em relação à recepção de Lucas Penteado e de Karol Conká. Inclusive, o comediante afirmou que Lucas foi expulso, não que ele pediu para sair. O comediante publicou uma série de vídeos em seu perfil no Instagram para dizer que as coisas boas que ele fez não foram mostradas nem na edição que vai ao ar na TV aberta e nem no pay-per-view. Nego Di também disse não se importar com o contrato que tem com a emissora e que cansou de “passar pano” para os erros dela.

“Eu não era chamado no confessionário. Precisei de remédio, estava com a unha encravada, fiquei três dias pedindo. No dia que eu pedi ajuda no raio-x [momento diário em que os brothers são obrigados a analisar sua relação com os outros participantes], fui xingado. As pessoas trocavam de microfone quatro vezes ao dia. Eram chamadas no confessionário e quando voltavam, parecia que tinham sido benzidas. Voltavam mais equilibradas, seres de luz”, afirmou Nego Di. Ele ainda disse que a Globo criou os personagens que queria e, segundo o comediante, não era interessante mostrar as coisas boas dos considerados ‘vilões’ porque estragaria os personagens. “Só quando saí eu vi que as piadas que eu contei não apareceram.” O comediante ainda afirma que criou muitas piadas lá dentro, fez imitações, lançou música e teve muitas conversas legais e que isso não foi ao ar nem para quem pagou para ver o programa 24 horas por dia. Segundo ele, até isso é manipulado, porque as câmeras mudam de ambiente a qualquer hora e, assim, não mostram o contexto das coisas. Ele afirma que houve momentos em que ele era a única pessoa acordada na casa e que as câmeras estavam viradas para a parede.

O gaúcho também aproveitou para criticar Lucas mais uma vez e dizer que a parte em que deu conselhos ao brother, antes de virar as costas para ele, não foi exibida. “Ele sofreu muito, realmente, foi humilhado, mas fez um monte de bost* também. Eu estava lá, as pessoas que estavam lá também sabem. E aqui ele foi recebido de uma maneira legal.” De acordo com Nego Di, foi ele quem pediu para Projota conversar com Lucas, naquela conversa em que o rapper prometeu ajudar Lucas com tratamento psicológico. O papo foi muito elogiado e Tiago Leifert chegou a agradecer o rapper pela sensibilidade que ele teve, e Nego Di reclamou que a participação dele na história foi omitida, reforçando a imagem ruim dele para o público. Quanto a Karol Conká, o comediante criticou o fato da cantora ter sido acolhida lá dentro e também quando saiu, o que não aconteceu com ele. Para ele, a emissora está tentando apaziguar os erros de Karol. “Quando eu saí, não teve intervalo [entre o anúncio e a saída para o estúdio para conversar com Tiago Leifert]. Eu fui empurrado para um ao vivo. Com o discurso da minha eliminação, o Tiago praticamente me deu um puxão de orelha. Aí quando a Karol sai tem intervalo, não mostram seguidores, vai para o Faustão. É redenção? Ela entra no confessionário e sai transformada, parecia que tinha entrado na igreja. Eu quero entender. É porque eles têm uma relação com a emissora, porque a carreira deles vale mais que a minha?”, questionou Nego Di.

O gaúcho ainda se pergunta se tudo o que ele viveu foi um “delírio coletivo”, já que quando Lucas saiu, disseram para ele que a convivência na casa iria melhorar, que Lucas se transformava em um “mostro” quando bebia, o que o levou a acreditar que estava indo no caminho certo. Nego Di terminou dizendo que os negros só serão apoiados no Brasil quando se fizerem de coitados e se colocarem no papel de vítima que, segundo ele, é o que Lucas e Karol estão fazendo. O comediante foi eliminado no dia 16 de fevereiro com rejeição de 98,76%, superando o recorde de Patrícia Leitte, do ‘BBB18’, que foi eliminada com 94,26% num paredão triplo. Porém, na semana seguinte, Karol Conká conseguiu bater o recorde de Nego Di, sendo eliminada com 99,17% dos votos.