A jornalista Valéria Almeida se emocionou ao vivo no “Encontro” desta segunda-feira, 8, ao contar sobre as dificuldades que enfrentou para conseguir se formar na faculdade. “Quando minha mãe morreu eu já estava na quarta série, então a partir daquele ano eu estava amparava pela minha família, mas eu sabia que era uma luta que eu precisaria traçar de uma forma muito solitária. Eu estudava, voltava para casa e ensinava a minha avó. Ela dizia que se eu quisesse ser livre de verdade eu tinha que estudar”, começou contando a repórter do “É de Casa”.

Para conseguir entrar na faculdade não foi fácil e quando ingressou na instituição de ensino precisou lutar para pagar as mensalidades. “Passei muito tempo desempregada, acumulei muita dívida. Eu ia para a faculdade com o dinheiro da passagem que meus professores davam, eu comia no albergue para pessoas em situação de rua e não contava para a minha avó porque eu fazia com que ela acreditasse que eu estava dando conta”, contou. Mesmo com as dificuldades, Valéria continuou firme porque, além da avó, tinha a tia como inspiração e grande incentivadora. O problema é que no último ano da faculdade ela foi convidada a se retirar da instituição. “Eu tinha uma dívida muito grande, faltavam seis meses para eu me formar e eu fui expulsa da faculdade por causa dessa dívida. Eu saí, trabalhei, fiz faxina, paguei minha dívida e voltei para concluir [o curso]”, concluiu a jornalista.