O ator Bruno Gagliasso tem exposto nas redes sociais seu posicionamento político e acabou discutindo com Fernando Collor (Pros) após o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarar que acolheu sugestões dadas pelo ex-presidente sobre o reajuste do combustível. “Chega a ser uma piada esse presidente que representaria tudo de ‘novo’ trazer para ser seu conselheiro econômico um sujeito que fez tantas famílias sofrerem com sua política econômica. BolsoCollor é um escárnio”, escreveu o ator no Twitter. Aparentemente, Collor ficou incomodado com o comentário e rebateu: “Sujeito, para de espernear e querer lacrar. Aproveita o tempo vago e vai fazer algo de útil pelo Brasil. Se não conseguir, vai para Noronha e para de encher o saco”.

Vale lembrar que, em 2019, Bruno foi envolvido em uma história de que ele e outros atores globais estariam participando de um “surubão” em Fernando de Noronha. Após a provocação de Collor, o marido de Giovanna Ewbank respondeu: “Está querendo palco, irmão? Eu não ganho dinheiro do povo para estar no Twitter ofendendo os brasileiros. Eu sou um brasileiro pagador de impostos e você é meu funcionário. Vai trabalhar e me respeite”. A discussão não passou despercebida e o nome do atual contatado da Netflix está entre os assuntos mais comentados do Twitter nesta quarta-feira, 10.