Durante live realizada no Instagram da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), a apresentadora Xuxa disse ser favorável que produtos cosméticos e remédios sejam testados em prisioneiros e não em animais. A transmissão aconteceu nesta sexta-feira, 26. “Eu tenho um pensamento que pode parecer muito ruim para as pessoas, desumano… Na minha opinião, existem muitas pessoas que fizeram muitas, muitas coisas erradas e estão aí pagando pelos seus erros […]. Poderiam ajudar nesses casos”, disse a apresentadora, que continuou: “Pelo menos serviriam para alguma coisa antes de morrer, para ajudar a salvar vidas”.

Em seguida, Xuxa se explicou dizendo que as pessoas não podem passar sessenta anos na cadeira que poderiam “usar” suas vidas para ajudar os outros. “Vai vir um pessoal dos Direitos Humanos e dizer que ‘não, eles não podem ser usados’. Mas acho que se são pessoas que está provado que irão passar sessenta anos na cadeia, cinquenta anos na cadeia e que irão morrer lá, acho que poderiam usar ao menos um pouco da vidas delas para ajudar outras pessoas”. A apresentadora disse ter usado produtos testados em animais por muito tempo, mas que tem buscado alternativas desde que virou vegana.