Considerada uma das maiores apresentadoras do Brasil, Hebe Camargo deixou um legado que passará a ser administrado por Marcello Camargo, único filho da apresentadora. Antes, o responsável por manter viva a memória a artista era seu sobrinho, Cláudio Pessutti, que morreu em janeiro desde ano vítima da Covid-19. A trajetória de Hebe já foi contada em livro, musical, filme e série, sendo que boa parta da sua carreira foi no SBT. Em 2011, após 24 anos na emissora de Silvio Santos, Hebe decidiu se aventurar na RedeTV!, algo que deixou o público impressionado e fez Silvio Santos pedir perdão a ela.

A passagem pela nova emissora durou pouco e, em 2012, o SBT quis trazer a apresentadora de volta. “Um pouco antes da minha mãe falecer, a Daniela Beyruti [filha de Silvio Santos] esteve conosco e falou para ela: ‘Está na hora de você voltar para casa. Você quer fazer o quê? Mensal, semanal, quinzenal, diário, você escolhe’. Foi uma coisa importante para minha mãe porque ela nos deixou estando empregada. Mesmo que fosse ‘só de boca’, mas era no SBT, que inevitavelmente era a casa que ela mais amava”, contou Marcello em entrevista ao programa “A Noite é Nossa”, da Record TV.

Hebe tinha muito respeito por Silvio Santos e o filho da apresentadora lembrou que uma vez ela estava no hospital fazendo quimioterapia e recebeu uma ligação do dono do SBT. “Ela arrancou todos os fios, lá no hospital mesmo, de tanta alegria que ela sentiu com aquele telefonema”, disse Marcello, que também revelou que o apresentador chegou a pedir perdão para Hebe em seu velório por ter deixado ela trocar de emissora e quem presenciou essa cena foi a empresária e amiga Lilian Gonçalves. “Na beira do caixão, ele pediu perdão [para a Hebe]. E aí falou depois: ‘Ela me perdoou’.” Depois disso, Silvio ainda deu um selinho na apresentadora.