As investigações sobre a acusação de estupro feita por Maycon Douglas Pinto do Nascimento Adão, também conhecido como MC Maylon, contra Anderson Leonardo, do grupo Molejo, continuam, e a Polícia Civil do Rio de Janeiro informou à Jovem Pan nesta terça-feira, 9, que a perícia encontrou sangue e esperma na roupa da vítima e que novos depoimentos serão colhidos. “De acordo com a 33ª DP (Realengo), funcionários do motel [onde teria acontecido o estupro] e outras testemunhas vão prestar depoimento nesta semana. A delegacia informou, ainda, que o laudo na peça de roupa da vítima ficou pronto e comprovou resíduos de sangue e de esperma”, explicou a polícia em nota.

Assim que foi acusado de estupro, Anderson chegou a dizer por meio de sua assessoria de imprensa que estava surpreso com as acusações e, depois da grande repercussão que o caso ganhou, ele afirmou em uma live que teve relações sexuais com o jovem de 21 anos, mas enfatizou que foi algo consentido. As declarações do artista geraram polêmica devido à forma como ele relatou o caso. Vale lembrar que o cantor também foi intimado para prestar depoimento.