O ator de Shia LaBeouf, conhecido por protagonizar filmes como “Transformers”, está em tratamento hospitalar após ser acusado pela ex-namorada, a cantora FKA Twigs, de abuso físico e psicológico. Em meio as polêmicas, a CAA, uma famosa agência de talentos de Hollywood, rompeu sua ligação com o astro. O artista já foi acusado de abuso por outras mulheres que relatavam o mesmo padrão de comportamento que sua ex, mesmo assim ele continuou trabalhando normalmente no mundo do entretenimento e recentemente protagonizou o filme “Pieces of a Woman”, da Netflix. Segundo a Variety, familiares de Shia disseram que ele não foi demitido da agência, mas quis dar uma pausa na atuação para se concentrar na sua recuperação.

O processo mais recente movido contra Shia afirma que ele é um perigo para as mulheres e também responsabiliza a indústria do entretenimento por ignorar as acusações anteriores. “Ele as usa. Ele abusa delas, tanto fisicamente quanto mentalmente. Ele é perigoso”, diz em um trecho processo. O ator estaria em tratamento há cinco semanas e continuará internado até sua recuperação, mas não foi divulgado os detalhes e o que exatamente ele está tratando. No processo em que é acusado de abuso, ele teria admitido problemas com alcoolismo e descontrole emocional. “Tenho um histórico de ferir as pessoas mais próximas de mim. Tenho vergonha dessa história e sinto muito por aqueles que magoei. Não há mais nada que eu possa realmente dizer”, declarou o artista em dezembro do ano passado após a acusação de FKA Twigs.

Shia está sendo acusado nesse último processo de dar cabeçada, apetar os braços, tentar sufocar e até estrangular a ex-namorada, além de transmitir propositalmente uma DTS. Fora essas sérias acusações, a Variety também ouviu de várias fontes que o astro de Hollywood era uma pessoa difícil nos sets de gravações e seu mau comportamento já causou conflitos com o elenco e a equipe de um filme recente, do qual ele acabou sendo demitido pela diretora.