A atriz Paolla Oliveira, que esteve à frente da bateria da Grande Rio no carnaval de 2020, vai se manter no cobiçado posto em 2022. A informação foi confirmada pela escola de samba, que decidiu se pronunciar após o jornal Extra divulgar que presidente de honra Jayder Soares estaria interessado em colocar Carla Diaz no posto de rainha de bateria da escola devido a repercussão da sua participação no “BBB 21”. “Paolla é soberana! A Grande Rio esclarece que não há qualquer intenção de substituição no cargo de rainha de bateria de nossa escola”, informou a escola de samba nas redes sociais. “Lamentamos que boatos estejam sendo veiculados envolvendo o nome de nosso presidente de honra Jayder Soares, que, no momento, assim como toda a nossa agremiação, está com seus esforços voltados para o Carnaval 2022 e na expectativa de que tenhamos toda nossa comunidade vacinada”, acrescentou.

Quem também usou as redes sociais para comentar o caso foi Paolla Oliveira – que, além de 2020, também foi rainha de bateria da Grande Rio em 2009 e 2010. “Que isso gente, teve nem carnaval e o povo está querendo meu posto. Só me tiram da frente da minha bateria amarrada. Soberana é a Grande Rio e toda galera de Caxias que faz o carnaval ser lindo. Assim que possível, estarei com vocês com certeza”, escreveu a atriz no Twitter. Conforme divulgado pelo Extra, Carla, que está confinada na casa mais vigiada do Brasil, desfila há 17 anos na escola de samba carioca e teria o sonho de ser rainha de bateria. A Grande Rio é conhecida por colocar famosas, muitas vezes globais, no comando da sua bateria e já ocuparam esse posto artistas como Juliana Paes, Grazi Massafera, Ana Furtado, Christiane Torloni, Deborah Secco e Susana Vieira.